Acabou, mas nunca realmente deixou de existir

Subi num banco e tirei a caixa onde eu havia guardado as coisas que eram suas que mais parecem minhas — e somente minhas —, de cima do guarda-roupa. Limpei a poeira, mas não pude fazer o mesmo com o peso daquelas memórias. Senti a textura daquele short que você costumava usar, ainda lembrando de... Continuar Lendo →

Anúncios

E se a gente sentisse o mesmo?

Desde sábado, eu me sinto um pouco inquieto com as coisas que estou sentindo, até gosto de dizer que não sei bem o que é, mas já me conheço o suficiente ao ponto de ter certeza do que sim, eu sei do que se trata. Estou fantasiando de novo. Não é estranho como sempre que... Continuar Lendo →

Como em uma novela das oito

Julho de 2015 Sempre que eu olhar pra trás, vou sorrir. Lembrarei do vento que batia no meu rosto enquanto eu atravessava o Rio Niterói. Chegando na Primeiro de Março, a primeira rua de lá. Vou guardar a imagem da Candelária toda iluminada, minha bela vista ao esperar o ônibus para ir pra casa. Mas,... Continuar Lendo →

Você sempre terá meu coração

Eu lembro de quando você começou a namorar, e você e seu namorado combinaram de se encontrar todas as terças e quintas depois do curso de inglês que você fazia aqui perto do meu apartamento. Tenho essas memórias porque ainda consigo ver você vindo aqui depois da aula, por mais que eu fosse sair alguns... Continuar Lendo →

Thank u, Ariana Grande

Querida Ariana, acho que última e única carta que lhe escrevi foi para falar de como gostei de um álbum seu lançado anos atrás, mas hoje estou aqui para falar sobre conexão. Naquela carta, eu lhe falei sobre gostar das músicas, mas acho que assim como todos os seus outros álbuns, eles refletiam mais quem... Continuar Lendo →

Crie um website ou blog gratuito no WordPress.com.

Acima ↑